Mulher se apresenta à polícia e confessa que ateou fogo no marido em CG; vítima morreu





Thayse de Assis Montenegro (foto), de 25 anos, compareceu à Delegacia de Homicídios de Campina Grande nesta tarde de sexta-feira, após a confirmação da morte do seu esposo, o vigilante Tércio Andrade, de 25 anos, que faleceu após o passar quase 15 dias internado na UTI.


Ela confessou que ateou fogo no corpo do companheiro, mas disse depoimento que sua intenção não era matar.

De acordo com a delegada Nercilia Dantas, ela contou que queria apenas fazer uma “brincadeira” com o companheiro.

Apesar de confessar, ela foi ouvida e liberada, já que de acordo com a Lei, como se ultrapassou o período de flagrante, Thayse só pode ser detida agora por força de um mandado de prisão.

Tércio teve mais de 80% do corpo queimado e acabou não resistindo.

Eles eram casados e moravam no bairro Malvinas. ⠀
Márcio Rangel

20:54
02/11/2019

clickmonteiro.com.br

0 comentários:

Postar um comentário