Uma pessoa morre e sete ficam feridas em grave acidente na BR 101



Acidente ocorreu por volta das 15h30 na BR101/Fotos de: Wagner Oliveira.
Redação:OP9


Um caminhão tanque perdeu o controle e invadiu a faixa contraria da BR-101, no bairro da Iputinga, Zona Oeste do Recife, atingindo três carros que estavam do outro lado da rodovia. Uma mulher identificada como Gabrielle Gadelha da Silva Pontes, 32 anos, morreu e sete pessoas ficam feridas. Um motorista de aplicativo teve ferimentos leves e duas pessoas não tiveram ferimentos.


Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PFR), o caminhão seguia no sentido Paulista – Cabo de Santo Agostinho onde seria abastecido de combustível, mas o motorista disse que ao chegar no Km-66 da BR-101 teve que desviar de uma moto que colidiria com o caminhão. No entanto, no desvio o motorista perdeu o controle da direção e invadiu a pista, atingindo três carros: um Renault Sandero, Renault Logan e um Fiat Siena.






O dono do Fiat Siena, um homem de 34 anos, estava trabalhando como motorista de aplicativo no momento em que a carreta atingiu o carro. Ele estava com quatro passageiros, a mulher que estava sentada no banco atrás dele morreu e os outros três foram socorridos. O motorista teve ferimentos leves e foi atendido pelos bombeiros no local do acidente.

Outro proprietário do carro atingido foi Diego Moraes, 34 anos, funcionário público, que estava com a esposa grávida e a filha de 10 anos dentro do carro. Eles estavam indo buscar um fotógrafo que faria o ensaio da gestação da mulher. “Foi tudo muito rápido. O pneu do caminhão bateu no carro da frente do meu e bateu no meu carro também. Minha esposa e minha filha foram levadas para o hospital, mas Graças a Deus estão bem”, relatou Diego.


O helicóptero da Polícia Rodoviária Federal (PFR) foi usado para monitorar o trânsito na localidade. De acordo com o agente da PRF Paulo Arcoverde, o acidente aconteceu por volta das 15h30. O motorista do caminhão foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para a UPA da Caxangá. A perícia constatou que o velocímetro do caminhão travou em 80km/h. O Instituto de Medicina Legal (IML) foi acionado para recolher o corpo da vítima.
op9.com.br

20:25
17/08/2019

clickmonteiro.com.br

0 comentários:

Postar um comentário