Deficiente tem casa incendiada e cabeça decepada no Agreste






A Polícia Civil da Paraíba segue investigando a motivação da execução brutal de um deficiente físico, no município de Gado Bravo,  Agreste da Paraíba, ocorrido na madrugada deste sábado (10). A vítima, identificada como “Nego de João Meni” teve a cabeça decepada, minutos depois de ter a casa incendiada.





Segundo a investigação, o homem tinha deficiência nos membros superiores e estava desaparecido desde a noite do incêndio. O corpo foi encontrado por populares nas proximidades da casa, sem a cabeça..

A polícia foi acionada mas até agora não há informações sobre motivação ou autoria do crime.



PB Agora

20:30
10/08/2019

clickmonteiro.com.br

0 comentários:

Postar um comentário