‘Único luto que devemos ter é pela morte do policial’, diz secretário de segurança da PB sobre operação com oito mortos






O secretário de Segurança Paraibano, Jean Nunes, comentou a ação das Polícias Militares da Paraíba e de Pernambuco na última terça-feira (03) em Barra de São Miguel que resultou na morte de oito criminosos acusados de integrarem uma gangue especializada em assaltos a bancos na região responsável pela morte de um PM pernambucano.


“Unimos as forças, fomos com o efetivo reforçar cerco, o Acuã (helicóptero da PM-PB) ajudou, inclusive, a localizar um dos veículos usados no crime. A partir daí, então, intensificamos a ronda, o cerco na zona rural, dividindo as equipes pela noite e madrugada monitorando as propriedades onde eles estariam escondidos”, contou.


Em entrevista concedida ao programa de rádio Arapuan Verdade, o secretário contou que, no momento em que as forças policiais deram voz de prisão, o bando revidou com tiros, o que gerou o confronto e a morte dos acusados. De acordo com Jean, os policiais paraibanos participaram da ação fazendo barreiras e recebendo orientações do setor de inteligência pernambucano.


Perguntado sobre os vídeos que circulam pelas redes sociais onde a população da região gravou os cadáveres dos criminosos sendo transportados pelas viaturas policiais, o secretário disse: “o único luto que devemos lamentar é a morte do policial”.

“O que aconteceu foi que após o confronto os policiais que estavam na cena realizaram o resgate das pessoas para a unidade hospitalar mais perto. Nesse transporte, vários populares parabenizaram a ação dos policiais. Em nenhum momento você vê algum PM posando. Eles agiram de maneira legítima” arrematou.


Yves Feitosa
paraíba.com.br

20:33
03/07/2019

clickmonteiro.com.br

0 comentários:

Postar um comentário