Mulher leva 40 pontos na cabeça após ser atingida por estaca arremessada contra para-brisa de carro no DF



Rafaele Christina Melo de Almeida foi levada para o hospital e levou 40 pontos na cabeça
 — Foto: Arquivo pessoal

Uma mulher de 32 anos levou quarenta pontos na cabeça após ser atingida por uma estaca de madeira enquanto dirigia. O caso foi no último domingo (30), na região de Ceilândia, no Distrito Federal.


O objeto atravessou o vidro do veículo de Rafaele Christina Melo de Almeida, que é vigilante em um hospital público. Ela contou que passava na DF-451, entre Ceilândia e Brazlândia, por volta de 6h, quando viu um pedaço de madeira na pista e desviou.

Ao reduzir a velocidade, um homem identificado como Jaime Pereira da Silva, de 26 anos, arremessou a estaca contra o carro. A madeira atravessou o vidro e atingiu Rafaele.

Pedaço de madeira atravessou para-brisa do veículo que ficou completamente destruído.
— Foto: Arquivo pessoal

Mesmo ferida, a mulher dirigiu por cerca de 3 quilômetros até encontrar um motociclista e pedir ajuda. Ela foi atendida pelo Corpo de Bombeiros e levada para o Hospital Regional de Ceilândia (HRC).

Rafaele Christina Melo de Almeida foi liberada do hospital depois do atendimento e se recupera, em casa.

Jaime Pereira foi preso em flagrante e levado para a 24ª Delegacia de Polícia, em Ceilândia —
Foto: Arquivo pessoal
Preso e solto
Uma equipe de fiscalização de trânsito pediu apoio para a Polícia Militar do DF que prendeu o suspeito. O homem foi levado para a delegacia ainda no domingo.

Na 24ª Delegacia de Polícia, em Ceilândia, Jaime Pereira – que já tinha passagens por furto – foi autuado por lesão corporal e dano qualificado. Nesta terça-feira (2), ele foi solto após audiência de custódia.

O alvará de soltura foi expedido pela juíza Flávia Pinheiro Brandão Oliveira. Na decisão, a magistrada afirmou o que "a soma das penas máximas cominadas aos delitos não ultrapassa quatro anos, o agente não possui condenação com trânsito em julgado por crime doloso e o fato não se trata de garantir a execução de medidas protetivas de urgência."
G1

21:35
02/07/2019

clickmonteiro.com.br

0 comentários:

Postar um comentário