Ciclista é atropelada por motorista bêbado e morre






Uma ciclista morreu após ser atropelada por um motorista alcoolizado na tarde deste sábado (29/6). O acidente aconteceu na DF-230, próximo ao Morro da Capelinha, em Planaltina, por volta das 15h20. Cleunice Rosa de Souza, 49 anos, pedalava na via quando foi atingida por um Corsa branco conduzido por Edésio Rodrigues da Silva, 57 anos.


O Corpo de Bombeiros esteve no local e tentou salvar Cleunice, mas ela não resistiu aos ferimentos. A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) foi chamada para interditar o trânsito durante o atendimento e os agentes realizaram o teste do bafômetro em Edésio. O resultado foi de 0,77 mg/L, ou seja, 156,6% a mais do que o permitido. O condutor foi levado à 16ª Delegacia de Polícia (Planaltina), para registro de ocorrência. 

Lei Seca
Em 2019, a lei de nº 11.705, ou simplesmente Lei Seca, completou 11 anos. Segundo o Departamento de Trânsito (Detran-DF), neste período, 140.880 condutores foram flagrados dirigindo sob efeito de álcool ou drogas nas rodovias que cortam o Distrito Federal.

Até meados de junho deste ano, 794 pessoas foram presas por misturar álcool e direção, e mais de 8 mil multados. No ano passado inteiro, foram 1.766 presos e mais de 21 mil autuados.

O que diz a lei:
Pela artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro, quem for pego com níveis acima de 0,3 mg/litro pode ser preso, ter o veículo retido e a carteira de habilitação suspensa por um ano. A multa paga é de R$ 2.934,70, e o valor pode ser dobrado no caso de reincidência dentro de um ano. 
Correio Braziliense

20:10
29/06/2019

clickmonteiro.com.br

0 comentários:

Postar um comentário