Médico que atendeu paciente com malária aqui na Paraíba alerta sobre sintomas da doença



De acordo com a secretaria, a Paraíba não é área endêmica para a doença, porém possui quatro espécies de vetores do gênero anophelis: Anophelis aquasalis; An. albitarsis; An.bellator e An. Argyritarsis (Foto: Reprodução)

Em entrevista ao Portal ClickPB, o médico que atendeu a paciente com malária, no Hospital Universitário Lauro Wanderley, em João Pessoa alerta sobre a doença e esclarece como identificar os sintomas para não confundir com outras patologias. O caso foi identificado no último dia 29 de março. 


Segundo o médico Clodoaldo da Silveira Costa, coordenador do Núcleo de Vigilância Epidemiológica do Hospital Lauro Wanderley, a malária possui um quadro febril, que poder ser facilmente confundido com outras doenças transmitidas através da picada de mosquitos. "As pessoas podem confundir a malária com a Zika e Chikungunya, mas a malária se difere pelos episódios de calafrios muito intensos. Outra coisa que chama a atenção é que a manifestação da doença pode não ser vista em curto prazo, demorando um período de 10 a 17 dias para ser percebida", explicou.

Ele também destacou que uma das principais diferenças entre a malária e as outras doenças provocadas por picadas de mosquito se dá pelo surgimento da anemia.  "É que a vítima da malária apresenta um quadro de anemia provocado pela manifestação dos invasores plasmódios, os parasitas começam a se alimentar do sangue promovendo uma anemia", explicou.

O diagnóstico pode ser feito no próprio município e os paciente são acompanhados por uma equipe que recebe do Ministério da Saúde todos os medicamentos para o tratamento da patologia. 

Confira mais detalhes na matéria a seguir: Secretarias investigam possíveis novos casos de malária no Conde

ClickPb

19:55
02/04/2019

clickmonteiro.com.br

0 comentários:

Postar um comentário