Após ser espancado por populares, estuprador se entrega à polícia com “medo de morrer”








Após ser reconhecido e espancado por moradores do bairro do Mutirão, Reginaldo Miranda de Lima, de 32 anos de idade, suspeito de cometer vários estupros em Campina Grande, no Agreste da Paraíba, se entregou-se na tarde desta terça-feira (23).


De acordo com a Polícia Militar, o homem chegou pedindo ajuda na base da PM. Ele apresentava vários ferimentos.

Os policiais seguraram os populares e levaram o suspeito para o Hospital de Emergência e Trauma da cidade. Ele segue internado em estado regular.

Após ser atendido, Reginaldo será encaminhado para a delegacia de São José da Mata, região onde foi praticado o seu último estupro, na madrugada desta terça-feira, em um matagal próximo do Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol).

Mais Vítimas
No início da tarde desta terça-feira mais vítimas prestaram procuraram a Central de Polícia do bairro do Catolé. Uma delas, de 17 anos de idade, relatou que foi estuprada há 20 dias quando estava indo para uma mercearia no bairro do Cinza. Após praticar o crime, o suspeito fez questão de deixá-la nas proximidades de casa.

O outro caso foi com duas pessoas, um mulher de 18 anos de idade e uma adolescente de 16 anos de idade, por volta de 1h00 desta terça-feira. Ambas haviam ido comprar um lanche e estavam chegando em casa no bairro das Malvinas quando foram abordadas pelo criminoso. Ele obrigou a de menor subir na sua moto, mas o vigilante da rua viu a movimentação estranha e as vítimas aproveitaram para fugir.
paraibatododia.com.br

19:12
23/04/2019

clickmonteiro.com.br

0 comentários:

Postar um comentário