Vítima de tentativa de homicídio em Patos está sendo perseguida pelo agressor e família pede ajuda





Gislaine Martins da Silva, de 33 anos, vítima de uma tentativa de homicídio na madrugada da sexta-feira, 22, no bairro Jatobá, em Patos, pede ajuda e diz que está sendo perseguida pelo acusado.


A vítima disse que foi esfaqueada pelo ex-companheiro identificado como sendo Cícero Alves Monteiro, conhecido como “Pintinho”. Segundo ela, o mesmo insatisfeito com o término do relacionamento, acabou desferindo diversos golpes de faca peixeira contra a mesma. Gislaine estava na companhia dos três filhos que de 6, 10 e 11 anos de idade, que viram a mãe ser brutalmente atacada.

Após o fato o agressor fugiu do local e segundo a vítima, “Pintinho” vem causando o “terror” para a família. Uma irmã da vítima, Gilmara Martins, relatou ao Gazeta do Sertão que o agressor já tentou invadir a casa dela após o ocorrido. “Quando minha irmã saiu do hospital ela veio para minha casa, e ele veio em seguida procurá-la, só não entrou porquê meu marido estava e ele disse que queria arrancar os fatos dela com uma faca. Ele [Pintinho], já veio três vezes aqui e até o dono da casa [alugada] disse que eu devo sair do imóvel. A população inteira ver ele andando pelas ruas, menos a polícia”, disse.

Gilmara também falou que teme também pela vida dela. “Não estou dormindo bem  e não levo meus filhos mais para escola. Temo pela minha vida, a dos meus filhos e a vida de minha irmã. Enquanto ele estiver solto ela terá que ficar presa dentro de casa, lamentou.

Gazeta do Sertão

21:41
08/08/2019

clickmonteiro.com.br

0 comentários:

Postar um comentário