Empresário é preso suspeito de financiar quadrilha que roubava cargas e carros na PB e PE






Mais cinco suspeitos de integrar uma quadrilha especializada em roubar cargas e carros foram presos nesta quinta-feira (22) pela Polícia Civil. Entre os detidos está um empresário de João Pessoa apontado como um dos principais financiadores da organização.


A prisão do empresário aconteceu durante a segunda fase da Operação Carga Segura deflagrada hoje pela Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC), onde foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão.

Primeira fase

A primeira fase da Operação Carga Segura foi realizada no último dia 19 por policiais civis da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC) de João Pessoa com o apoio da Polícia Rodovia Federal na Paraíba (PRF) e terminou com a prisão de nove pessoas suspeitas de envolvimento em roubos de cargas no Estado. As prisões foram realizadas no Bairro das Indústrias, Alto do Mateus, Jardim Veneza e no Varadouro. O grupo, de acordo com as investigações, seria responsável por causar um prejuízo de mais de R$ 4,5 milhões às vítimas, empresas de cargas que tiveram na maioria equipamentos eletroeletrônicos roubados. Os caminhões eram abordados pelos criminosos nas BRs 101 e 230.

Os suspeitos começaram a ser monitorados há um mês, quando alguns caminhoneiros procuraram a Delegacia para registrar ocorrências de roubos de cargas. Segundo as vítimas, os caminhões eram interceptados por um veículo de passeio e os bandidos armados usavam roupas camufladas e coletes à prova de bala. Durante a ação criminosa, os ladrões sempre ameaçavam voltar e matar os motoristas se o caso fosse denunciado à polícia. Com as características dos suspeitos, os policiais começaram os levantamentos e identificaram os responsáveis pelos roubos que eram coordenados por João Maria Medeiros, 25 anos. Ele está entre os presos na Operação. João Maria seria o líder da quadrilha.

“Para chegar até o grupo criminoso, nós relacionamos todas as ocorrências de roubos de cargas que tinham as mesmas características e vimos que só nos últimos três meses foram dezenove roubos de cargas e veículos. Eles roubam um veículo em João Pessoa que tem um porta malas grande, em seguida eles usam este carro para roubar as cargas de eletroeletrônico. Alguns destes veículos nós conseguimos recuperar, mas outros eles repassaram para pessoas que ainda não identificamos. A Operação recebeu o nome de carga segura pelo motivo do trabalho ser focado no roubo de cargas. A atuação deles era constante com uma média de duas a três cargas roubadas por semana. As ações criminosas aconteciam em Santa Rita, Cruz do Espírito Santo, Campina Grande e na cidade de Recife, no estado de Pernambuco”, falou o delegado adjunto da DRFVC, Lucas Sá.

Durante as investigações, a polícia descobriu que o grupo seria responsável por mais de 20 roubos de carros e 40 roubos de cargas. Um dos membros do grupo foi preso em Goiana, Pernambuco. Em depoimento, eles informaram que atuam em equipe. Quando um dos membros é preso, eles vão substituindo por novos integrantes e que tem pessoas do grupo cumprindo pena em Mossoró, no Rio Grande do Norte, Natal, Recife e em João Pessoa. A Polícia Civil acredita que com a prisão dos suspeitos o número de cargas roubadas na Paraíba apresente uma redução de 90%.
parlamentopb

20:30
22/11/2018

clickmonteiro.com.br

0 comentários:

Postar um comentário