Militares se reúnem em Brasília; ataque a Bolsonaro deve entrar na pauta


Imagem da Internet

Na véspera do aniversário da Independência do Brasil, o alto escalão do Exército, incluindo o comandante, general Eduardo Villas Boas, está reunido em Brasília, em um encontro já previamente agendado. O ataque ao candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, nesta quinta-feira (6/9), em Juiz de Fora (MG), ocorrido horas antes da reunião, está na pauta.



Logo depois do ataque a Bolsonaro, Villas Boas disse que o episódio "aumenta muito as nossas preocupações com as eleições". O general, que tem rechaçado repetidamente a possibilidade de uma intervenção militar no país, vem se mostrando preocupado com o acirramento dos ânimos na disputa eleitoral.


Militar da reserva, Bolsonaro fazia campanha no centro de Juiz de Fora (MG), quando recebeu uma facada na barriga. Ele estava nos ombros de um eleitor quando o homem lhe desferiu o golpe. Diversos vídeos circulam nas redes sociais e mostram o momento do ataque. O deputado foi socorrido imediatamente. 

Com informações da Agência Estado

19:34
06/09/2018

clickmonteiro.com.br

0 comentários:

Postar um comentário