Garota que sobreviveu a pauladas e facadas ficou horas desmaiada ao lado do amigo morto em Santa Rita




Continua internada em estado regular a adolescente de 15 anos que foi espancada e atingida com várias facadas no bairro de Tibiri, em Santa Rita, na Grande João Pessoa. Washington Nascimento, 20 anos, não resistiu e morreu no local. Eles foram achados nessa quinta-feira (23), 36 horas depois de desaparecerem no bairro do Rangel, na Capital.


Um jovem de 20 anos foi preso e dois adolescentes apreendidos. Um dos presos era amigo de Washington e apontado pela Polícia Civil como autor e mentor do homicídio e da tentativa de assassinato.

Segundo o delegado João Paulo Amazonas, plantonista da Homicídios-JP, os dois jovens foram brutalmente espancados e a garota ficou durante horas desmaiada ao lado do corpo do amigo. Ela conseguiu pedir ajuda na manhã desta quinta após acordar do espancamento.

“Foi um crime brutal. Os dois jovens foram brutalmente espancados e Washington, inclusive,  estava com muitas marcas de hematomas e até um pedaço de madeira grosso quebrou durante os ataques. O corpo dele estava com muitas perfurações. A adolescente também foi muito espancada. Os golpes nela foram artificiais. Eles [ suspeitos] estavam com muita raiva”, disse o delegado.

Após o crime, a polícia começou a procurar a autoria e motivação do homicídio. Helton dos Santos Ribeiro, 20 anos, foi preso e no local confessou que matou com a ajuda de dois adolescentes. Mas, na delegacia na presença de um advogado, ele negou, segundo informou o delegado.

“Helton já trabalhou com Washington em uma oficina de moto. Ele comprou uma moto a vítima, pagou uma parte, mas falta outra. Na terça à noite, Helton ligou para a vítima ir pegar o que restava da dívida. Quando o casal, chegou foi recebido com pauladas e facadas. Tudo foi planejado por Helton que confessou o crime, mas negou na presença do advogado. O suspeito já tem passagem pela polícia”, explicou João Paulo, acrescentando que a vítima não tinha passagem pela polícia, era tido como uma pessoa de bem e ajudada no sustento da casa.

Helton foi indiciado por homicídio duplamente qualificado pela morte de Washington Nascimento. Ele também vai responder por homicídio duplamente qualificado na forma tentado com relação a garota, já que ela sobreviveu. O jovem foi levado para a Central de Polícia Civil no Geisel e vai ser apresentado a audiência de custódia nesta sexta (24).  Os adolescentes também vão responder pelos mesmos crimes.

Portal do Litoral

19:41
24/08/2018

clickmonteiro.com.br

0 comentários:

Postar um comentário