Triplos e duplos homicídios: Paraíba registra dez mortes em menos de 12 horas

Mortos no Triplo Homicídio em Nova Floresta

O final de semana começou extremamente violento na Paraíba, com ao menos dez mortos em menos de 12 horas. Foram quatro assassinatos na cidade de Nova Floresta, sendo um triplo homicídio; um duplo homicídio em Pitimbu; um homicídio em Araçagi, duas execuções em Santa Rita e um morto em Conde.


Na cidade de Nova Floresta, Curimataú paraibano, um homem identificado como Marquinhos foi moro a tiros dentro de uma garagem na tarde desta sexta-feira (20). 

De acordo com testemunhas, dois homens chegaram em um carro preto e atiraram diversas vezes contra a vítima que morreu no local.  

Ainda em Nova Floresta, três pessoas foram mortas na madrugada deste sábado (21), no bairro Bocão. Moradores da região ouviram o barulho de tiros e acionaram a Polícia. 

As vítimas são três homens que estavam bebendo em uma residência. Os corpos ficaram espalhados, um no meio da rua e os outros dois dentro da casa. Eles foram identificados como Maicon, David e Chimbica.

No Litoral Sul, município de Pitimbu, duas pessoas foram mortas por um bando em motocicletas. As vítimas estavam na rua quando foram abordadas por oito pessoas que chegaram em quatro motocicletas. Uma das vítimas morreu na hora, a segunda chegou a ser socorrida para uma unidade de saúde, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos. 

A polícia acredita que as vítimas pertenciam a uma facção rival ao grupo de motociclistas. 

Ainda na noite de sexta-feira, um adolescente foi morto no sítio Capim-Açu, município de Araçagi, na região de Guarabira. A vítima identificada como Josiel, foi assassinado com um tiro na cabeça enquanto pilotava uma motocicleta.

A polícia investiga a autoria e motivação do crime. 

Na tarde de sexta-feira um jovem foi executado a tiros em um terreno baldio, no bairro Jardim Europa II, em Santa Rita. Moradores da região escutaram os disparos e ligaram para polícia, mas quando a viatura chegou o homem já estava morto.

À noite, também em Santa Rita, um ex-presidiário foi perseguido e morto dentro da casa da vizinha quando tentava fugir dos algozes.

Em Conde, Litoral Sul, a polícia trabalha com a hipótese de "acerto de contas" para explicar um assassinato ocorrido na tarde desta sexta-feira.

De acordo com a polícia, o rapaz estava em um cavalo no sítio Utinga, no município do Conde, quando foi alvejado com vários disparos, caiu do animal e morreu no local.

A vítima respondia a processo na Justiça acusado de ter participação em um assassinato e era usuário de drogas. 
Paraíba.com.br

19:15
21/07/2018

clickmonteiro.com.br

0 comentários:

Postar um comentário