No país dos absurdos...O pior ainda está por vir



O Pensador, de Rodin (Reprodução/Reprodução)
Pode não ser já, mas o Supremo Tribunal Federal revogará a prisão em segunda instância. E acabará com o foro especial que hoje protege criminosos ao garantir a mais de 50 mil autoridades o direito de só serem julgadas pelos tribunais superiores.


O fim do foro especial, sozinho, não seria mal assim. Foi um privilégio criado só para facilitar a vida dos homens poderosos. E há muito que se pede sua extinção. Ocorre que a soma das duas medidas produzirá um desastre de grandes proporções.

Se a casta dos poderosos teme ser presa em segunda instância, não terá mais o que temer. Poderá delinquir em paz. Sem o foro especial, ela passará a ser julgada pela primeira instância, depois pela segunda, mais tarde pela terceira, até chegar à quarta, que é o Supremo.

Resultado: dada à tradicional lentidão da Justiça, às chicanas jurídicas e à esperteza de advogados caros e só accessíveis aos mais ricos, a casta assistirá à prescrição dos seus crimes. E a impunidade crescerá exponencialmente na contramão do que o país deseja.

Anotem para cobrar depois aos responsáveis.
Blog do Noblat


21:10
23/03/2018

clickmonteiro.com.br

0 comentários:

Postar um comentário