Polícia de Roraima prende suspeito de atear fogo em venezuelanos

A Polícia Civil de Roraima prendeu o guianense Gordon Fowler,
acusado de ter ateado fogo em duas casas de imigrantes venezuelanos
(Polícia Civil/Facebook)
A Delegacia Geral de Homicídios da Polícia Civil de Roraima anunciou neste domingo a prisão do responsável por atear fogo em venezuelanos em Boa Vista.


No início de fevereiro, Gordon Flower, 42 anos, nascido na vizinha Guiana, feriu cinco pessoas em dois ataques a casas de um mesmo bairro. Uma das vítimas é uma menina de três anos.


Conhecido como Jamaica, ele é morador de rua e foi preso no bairro de Mecejana, onde os crimes aconteceram. Câmeras de segurança flagraram o primeiro incêndio, em 5 de fevereiro. Uma mulher de 24 anos, que dormia em uma rede na varanda de uma casaonde vivem dezenas de imigrantes, foi atingida pelas chamas. Um homem teve ferimentos leves. 


O segundo ataque, em 8 de fevereiro, feriu com mais gravidade pai e filha que dormiam em um quarto. A mãe foi a única a ter alta. Além de confessar tudo, o guianense disse que não gostava de venezuelanos.


A prisão ocorre na véspera da chegada do presidente Michel Temer, que irá discutir a situação da migração de venezuelanos no estado. A Prefeitura de Boa Vista estima que cerca de 40 mil venezuelanos se estabeleceram na cidade após fugir da crise econômica e política que o país vizinho atravessa.
Veja.com

16:53
11/02/2018

clickmonteiro.com.br

0 comentários:

Postar um comentário