Veículos de Conselho Tutelar de Campina estão sem gasolina e servidores sem o 13°



As crianças e adolescentes que precisarem de atendimentos do Conselho Tutelar até quarta-feira não serão acolhidas pelos conselheiros em Campina Grande. Os veículos do órgão estão sem combustível e a Prefeitura Municipal de Campina Grande (PMCG) informou que só estará liberado para abastecimento na próxima semana, após as festas de Natal. A Secretaria de Administração informou que precisou fazer cortes no orçamento. 


 Segundo a coordenadora do chamado "Colegiadão", que representa os quatro Conselhos Tutelares da cidade, Lana Menezes, a falta de condições de ir até a criança e o adolescente os deixarão vulneráveis a maiores agressões. Ela explicou que quando as vítimas denunciam ficam a mercê do acusado, principalmente em momentos festivos.


“Em todo esse período, final de semana, Dia de Natal, que é um dia tão especial para nossas crianças, as que tiverem os seus direitos violados, infelizmente, por negligência e omissão do município de Campina Grande, continuarão com seus direitos violados”, declarou.


Ela ainda afirmou que não foi informada oficialmente pela PMCG a respeito da falta de recursos para abastecimento dos veículos. De acordo com ela, o aviso foi repassado pelo gerente do posto de gasolina. 


“Eu fui com o motorista para abastecer o carro do Conselho Tutelar Leste e ao chegar ao posto, o gerente disse que estava suspenso o abastecimento e que as ordens era para apenas abastecer depois de terça- feira. Foi algo que nos surpreendeu”, falou.


Sem o 13º salário - A segunda parcela do décimo terceiro salário não foi paga para 156 servidores da PMCG, entre eles, os conselheiros tutelares. De acordo com a legislação trabalhista, este pagamento deve acontecer até o dia 20 de dezembro. 


“Fizemos uma denúncia no Ministério Público do Trabalho (MPT) porque nós não entendemos como uma administração durante o ano inteiro não se programou para pagar os seus funcionários na data limite”, falou Lana Menezes. 


O secretário municipal de Administração, Paulo Roberto Diniz, disse que todos os gastos e serviços estão suspensos até a próxima quarta-feira. Segundo ele, este corte atingiu todos os veículos da Prefeitura, com exceção da saúde e limpeza urbana.

Fonte:Parlamento Pb

20:22
24/12/2017

clickmonteiro.com.br

0 comentários:

Postar um comentário