PERIGO: pistola de PM atingido em tiro acidental estava travada



A informação divulgada pelo comandante do 7º BPM, tenente-coronel Pablo Cunha, nesta segunda-feira (13), a respeito do policial ferido por um tiro acidental disparado de sua própria pistola é de que a arma estaria travada no momento do incidente, e que o disparo não deveria ter ocorrido, de acordo com o uso do objeto. 


O disparo feriu o policial militar do 7º Batalhão de Polícia Militar (BPM) no sábado (11). Ainda segundo o comandante, a constatação foi feita pelo policial que recolheu a arma no momento em que prestava socorro ao sargento ferido Clodoaldo Cavalcante.

De acordo com informações, no momento do disparo, o policial estava na casa de familiares, em Santa Rita. Testemunhas disseram que o tiro atingiu as costas do policial em direção às pernas. O sargento foi socorrido por familiares e amigos e levado para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa.
Arma que feriu sargento da PB é uma Taurus e estava travada, diz comandante |
 Vida Urbana » Jornal da Paraíba
O tenente-coronel Pablo Cunha ressaltou ainda que os armamentos produzidos pela empresa Taurus têm si tornado rotina, inclusive ele mesmo foi vítima de um problema apresentando em uma arma pessoal durante uma assalto.

De acordo com boletim médico divulgado pelo Hospital de Trauma de João Pessoa nesta segunda-feira (13), o policial passou por cirurgia e seguia internado na Unidade de Terapia Intensiva em estado de saúde grave.


Fonte:PB Agora
Foto ilustrativa 


20:22
13/11/2017

clickmonteiro.com.br

0 comentários:

Postar um comentário