Homem é suspeito de invadir abrigo de animais, estuprar e matar cadelas em João Pessoa




O pesadelo da cuidadora independente de animais, Meire Silva, começou na manhã desta segunda-feira (21), quando chegou no local onde funciona um abrigo de animais no bairro do Cristo Redentor e encontrou o rastro de sangue. 


Desesperada ela sentiu falta de duas cadelas, Pérola e Safira, uma delas encontrada logo depois morta e com as vísceras expostas. A segunda cadelinha só foi encontrada dois dias depois também morta e com suspeitas de ter sido estuprada. 


Em busca de justiça, ela foi até a delegacia denunciar o ocorrido e iniciou suas investigações próprias. Meire descobriu com vizinhos que um homem estava próximo ao muro da casa (que serve apenas como abrigo e não mora ninguém) na noite em que o crime aconteceu e na manhã seguinte vizinhos contaram que viram o mesmo homem com a cadelinha desaparecida. 


A cuidadora prestou queixa e levou todas as informações que conseguiu para a delegacia especializada em crimes ambientais que já está apurando e não descarta a participação do homem na morte das cadelas. 


Os indícios de estupro foram constatados por uma bióloga de João Pessoa, porém a confirmação só poderia ser feita por um exame que é realizado nas cidades de Areia ou Patos.

Fonte:Paraíba.com

19:12
23/11/2017

clickmonteiro.com.br

0 comentários:

Postar um comentário