Cachaça adulterada com metanol mata quatro


(Imagem ilustrativa)
Pelo menos quatro pessoas, três delas da mesma família, morreram em uma pequena cidade no nordeste da Hungria por consumir a versão adulterada de uma aguardente local chamada palinca, informou nesta quarta-feira (8) o portal de notícias Blikk.


A palinca é um destilado tradicional húngaro, feito a partir frutas fermentadas.

No final de semana anterior, 12 pessoas foram hospitalizadas no município de Dámóc, após terem bebido uma aguardente que continha metanol.

Entre os mortos há um adolescente de 14 anos, que morreu enquanto era transferido para um hospital próximo.

Seu pai e seu tio morreram na segunda-feira no hospital, enquanto uma mulher foi achada morta em sua casa.

Segundo a polícia local, duas pessoas foram detidas, entre eles o suposto produtor da palinca adulterada.

Fonte:G1

20:57
08/11/2017

clickmonteiro.com.br

0 comentários:

Postar um comentário