Grupo pró-EI usa Neymar em nova ameaça à Copa 2018



Um grupo ligado ao Estado Islâmico, mais uma vez, divulgou uma imagem para ameaçar a segurança da Copa do Mundo de 2018. A montagem tornou-se pública neste sábado pelo Intelligence Group, especializado no monitoramento de mensagens ligadas a grupos jihadistas na internet, e foi compartilhado pelo site de notícias iraniano YJC. Nela, Messi aparece executado, enquanto Neymar é alvo de um jihadista. Há ainda a seguinte mensagem:
- Vocês não desfrutarão de segurança até que nós possamos viver nos países muçulmanos.
Jornais espalhados pelo mundo, como o inglês "The Sun" e o argentino "Olé", também publicaram o conteúdo. O diário sul-americano, inclusive, revela que há um temor por parte da seleção local, que vai à Rússia em novembro para jogar dois amistosos. Até mesmo o embaixador da Rússia na Argentina, Viktor Koronelli, foi chamado para conversar sobre o assunto com dirigentes da AFA.

No início da semana, um pôster com a imagem de Messi foi usado pelo grupo favorável ao Estado Islâmico para ameaçar a próxima Copa. A montagem foi lançada pelo porta-voz do ISIS, Wafa Media Foundation, e levava a frase "Você está lutando contra um estado que não tem a palavra fracasso no seu dicionário". Outros dois cartazes com questionamentos à segurança da Copa também foram divulgados anteriormente, um deles com ameaças ao treinador da seleção francesa, Didier Deschamps.
Fonte:Globo Esporte 
12:54
20/10/2017
clickmonteiro.com.br

0 comentários:

Postar um comentário